Esporte – 11/10/17 – 10h20 – Rússia 2018: dia 10 … do 10.

Dia 10, do mês 10… seria um sinal?

Sim, foi um sinal e uma constatação, o camisa 10 da Argentina, muito criticado por seus locais, carregou a nação toda nas costas, sob uma altitude de 3000 metros e classificou a Argentina diretamente para a Copa da Rússia, em 2018.

Para aqueles que duvidavam, que colocavam em dúvida a capacidade do gênio em fazer em sua seleção aquilo que ele faz no Barcelona, tiveram que se calar e reverenciar.

Messi que cansou de dar gols aos seus companheiros nos jogos anteriores, e, principalmente, no jogo contra o Peru, ontem resolveu fazer tudo sozinho. Contar com Benedetto, Icardi e outras invenções grotescas do Sampaoli, não dava. Então, Messi resolveu tabelar com ele mesmo ou com o adversário, criar as oportunidades e ele mesmo converter.

No primeiro gol, o do empate, Dí Maria ajudou e a coisa fluiu. Nos outros “La Pulga” fez do jogo coletivo, um jogo individual.

A Argentina deve sua classificação ao melhor jogador do mundo: Lionel Messi. E deve desculpas a ele também. Afinal, para ele teria sido muito mais fácil jogar pela seleção espanhola do que pela argentina. Já seria campeão do mundo e certamente o reconhecimento e gratidão seriam enormes.

Sim, tem que respeitar! E, sim. teremos Messi na Rússia!

Assim como também teremos Cristiano Ronaldo. Apesar de uma atuação apagada de sua principal estrela no jogo de ontem, Portugal venceu a Suíça por 2 x 0 e se classificou na vaga direta.

A França, com uma ótima atuação de Griezmmann, também estará na Rússia 2018.

Pela Concaf, além do México e Costa Rica, teremos um estreante, o Panamá que surpreendentemente se classificou com um gol nos acréscimos. Os Estados Unidos que conseguiram a proeza de perder para Trinidad & Tobago, jogando em casa, estão fora da Copa. Nem a repescagem disputarão.

Nas eliminatórias sul-americanas, o Brasil já classificado derrotou o Chile por 3 x 0, com ótima atuação de Gabriel Jesus, de volta ao Allianz Parque. Esse resultado eliminou a seleção chilena até da repescagem.

O Uruguai, jogando no Centenário contra a fraca Bolívia, fez seis gols na partida. Dois contra e quatro a favor, com dois de Suárez e um de Cavani. A celeste ficou com o segundo lugar e o passaporte carimbado para a Rússia.

A Colômbia foi até Lima jogar contra o Peru. Ambas as equipes com chances de classificação. Com James Rodriguez, a Colômbia saiu na frente e numa boleira do goleiro colombiano (tocou na bola numa cobrança de falta de Guerrero que era em dois lances), tomou o empate. O resultado foi bom para os dois. A Colômbia ficou com a quarta vaga direta. E o Peru jogará contra a Nova Zelândia, em novembro, pela repescagem.

O Paraguai que tinha cahnces de classificação e dependia de suas próprias forças, conseguiu perder para a Venezuela, jogando em casa. 1 x 0.

Com isso, ainda restam nove vagas entre a disputa da África e das vagas da repescagem.

Os 23 classificados, no momento, são:

  • Brasil
  • Argentina
  • Colômbia
  • Uruguai
  • Costa Rica
  • México
  • Panamá
  • Rússia
  • Alemanha
  • Bélgica
  • Espanha
  • França
  • Inglaterra
  • Islândia
  • Polônia
  • Portugal
  • Sérvia
  • Egito
  • Nigéria
  • Arábia Saudita
  • Coreia do Sul
  • Irã
  • Japão

“Eu torço, mas não distorço”.

“Com todo o respeito. TG”.

Anthony D'Vally

Jornalista, com larga experiência no esporte, passou na qualidade de atleta profissional, por grandes equipes do futebol brasileiro e exterior, Guarani FC/SP, Olaria/RJ, CSA/AL, NAC/AM, C.A. Juventus/SP e América/México e Desevolve desde 2001, trabalho voluntário na formação de jovens atletas e principalmente cidadãos.

Website: http://blog.wladsports.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *